Pular para o conteúdo principal

Como instalar conduites

Normalmente não se dá a importância devida no projeto elétrico de como e com qual bitola os conduítes serão instalados. Quando mau projetados podem resultar:

Maior consumo de cabos.
Dificuldade ou ate impossibilidade na passagem dos cabos.
Dificuldade ou até impossibilidade de reparos.
Impossibilidade de ampliações.

Algumas regras básicas devem ser observadas na instalação dos conduítes:
Do quadro de distribuição devem sair os conduítes que conterão os circuitos que alimentarão toda a residencia.

Todos os cômodos devem estar interligados pelos conduítes que deverão passar pela caixa do teto onde será fixada a iluminação.

Da caixa do teto devem sair os conduítes que serão ligados aos interruptores e as tomadas deste comodo.

Os conduítes devem ter diâmetro compatível com a quantidade de circuitos que passarão por eles, por isso antes de compra-los tenha em mãos o projeto elétrico que deve conter a quantidade e a bitola dos cabos dos circuitos.

Tem que ser muito cuidado nas curvas entre as paredes ou entre estas e o teto, como também na entrada das caixas das tomadas e interruptores, pois é comum encontrar curvas acentuadas que dificultam ou ate impossibilitam a passagem dos cabos.

Não faça emendas nos conduítes, uma única peça deve ser usada para ligar as caixas. Emendas muitas vezes impossibilitam as passagens dos cabos. 

Nas ampliações procure deixar uma caixa de passagem onde ocorrerá a conexão entre os circuitos existentes e os novos circuitos.

Ainda há dúvidas? pergunte para mim no e-mail: txeletrica@gmail.com


Curva ideal

Curva muito fechada, deve ser evitada

Conduite obstruido no processo de concretagem

Ligação entre as caixas

Espaçador entre a laje e o conduite.

Postagens mais visitadas deste blog

TABELA DE PREÇO DA MÃO DE OBRA

Tabela de Preço da Mão De Obra, tem como objetivo, ajudar você a formar preço na hora de fazer o orçamento. Este preço pode variar um pouco para cima ou para baixo, dependendo da região a ser atendida.  E o Material é por conta do proprietário do imóvel. Se o proprietário preferir que eletricista compre o material, Tem que cobrar o valor do material mais 20%. Troca de um chuveiro simples como duchas de até 5500 watts= 35,00 Troca de resistências de chuveiro de até 5500 watts =15,00 Troca de chuveiro com potencia acima de 5500 watts =120,00 Troca de uma torneira elétrica, todos modelos. = 35,00 Troca de aquecedor todos os modelos stand. = 80,00 Troca de aquecedor central. = 180,00 Obs: não vou dar valor de substituição de resistência de modelo acima de 6000w, pois na maioria dos casos, tem que ser na assistência técnica com algumas exceções.  Troca de uma tomada,=20,00 Troca de interruptor,=20,00 Troca de plafonier,=30,00 Troca de um lustre simples,=65,

Por que chuveiro 127V tem potência máxima de 5500W ?

O que determina a bitola (espessura) do fio que vai alimentar o chuveiro é a corrente que passará por ele. E cada fio tem uma capacidade de corrente elétrica que pode suportar.  Veja abaixo: Fio de 1,5mm² suporta até 17,5A* Fio de 2,5mm² suporta até 24A* Fio de 4 mm² suporta até 32A* Fio de 6mm² suporta até 41A* Fio de 10mm² suporta até 57A* * Considerando método de instalação B1(Condutores isolados ou cabos unipolares em eletrodutos de seção circular, embutidos em alvenaria). P = V*I (potencia é igual a tensão multiplicada pela corrente) portanto: I = P/V (Corrente é igual a potencia dividida pela tensão) Para um chuveiro 5500W 220V temos: 5500/220= 25A deverá ser instalado utilizando cabos de 4mm². Para um chuveiro de 5500W 127V temos: 5500/127= 43A, deverá ser instalado com cabos de 10mm². Concluímos então, que a limitação para fabricação de chuveiros 127V com potência maior que 5500W, é a infraestrutura necessária para alimenta-lo, pois devemos considerar tamb

Montagem Quadro Distribuição

Montagem Quadro Distribuição - Barramento 600 A  - Disjuntor Caixa moldada 400 A - Weg - geral - 8 Disjuntor Caixa moldada WEG.

Como substituir uma tomada antiga pelo novo padrão brasileiro?

Descrevemos abaixo a sequencia de etapas para substituir uma tomada antiga por uma nova padrão brasileiro. As ferramentas utilizadas são:1 chave de fenda 3/16 ou média e 1 chave phillips 3/16 ou média. Como substituir uma tomada antiga pelo novo padrão brasileiro Desligue o disjuntor que alimenta a tomada a ser substituída, caso não saiba, desligue o disjuntor geral. Utilizando a chave de fenda, solte os parafusos que fixam o espelho na tomada. Utilizando a chave phillips, solte os parafusos que fixam a tomada na caixa de luz. Com a mesma chave solte os parafusos de fixação dos cabos. Retire os cabos dos bornes de fixação na tomada. Passe o cabo terra (verde) pelo conduíte chegando ate a caixa de luz da tomada a ser substituída, caso ainda não exista. Insira e aperte os cabos neutro e fase (127V) ou fase e fase (220V) nos bornes das extremidades da tomada (ver foto). Insira e aperte o cabo terra (verde) no borne central da tomada (ver foto). Parafuse a tomada na caixa de luz

Posso usar uma tomada molhada?

Não, nunca se deve utilizar uma tomada molhada pois o risco de sofrer uma descarga elétrica é muito grande podendo inclusive levar à morte. Caso seja muito necessario aconselho seguir os seguintes passos: Desligue o disjuntor que alimenta a tomada em questão, caso não saiba qual é desligue o disjuntor principal. Solte a tomada da parede, não é necessario soltar os fios apenas exponha como na imagem. Com um pano seco enxugue o excesso de agua, caso houver. Religue o disjuntor. Utilizando um secador de cabelo ligado numa outra tomada seque o conjunto por aproximadamente 5 minutos sem encostar a mão. Deixe secando por mais 30 minutos. Desligue novamente o disjuntor e reinstale a tomada. Religue o disjuntor e pode usar a tomada. ENTRE EM CONTATO SOLICITE UM ORÇAMENTO TX Elétrica Eletricista Certificado pelo Senai/SP  Para um orçamento sem compromisso,   ligue para   Tim (11) 95870-1088 whatsapp.   Fixo (11) 2554-9338. E-mail:  txeletrica@gmail.com Aten